Informação profissional sobre a Envolvente do Edifício

Descarbonização dos edifícios passa pela reabilitação e eficiência energética

Os edifícios são responsáveis por uma importante parcela do consumo de energia final (40% na Europa, 30% em Portugal), e por isso, são chamados a dar o seu contributo para a meta da descarbonização e estão incluídos na nova Lei de Bases do Clima.
foto

Este caminho incide em duas vertentes – os edifícios novos e o parque já edificado. No caso dos edifícios novos, a cada vez maior exigência à qual se encontram sujeitos por via da legislação (aplicável desde 2006 e atualmente em vigor o D.L n.º 101-D/2020) é condição para o atingir das metas e compromissos assumidos por Portugal junto da Comissão Europeia. Estes edifícios devem ser edifícios de energia quase zero, os chamados NZEB (near zero energy buildings). No entanto, por via da legislação nacional apenas aplicar esta obrigação a todos edifícios novos desde 2021, a quota de edifícios que se encontra abrangida por esta exigência é reduzida face à totalidade do parque (menos de 10%). Desta forma o caminho passa pela reabilitação do parque edificado, o qual é – e os dados assim o caracterizam – envelhecido e com relativamente baixo desempenho energético, e, consequentemente, providenciam baixos níveis de conforto aos seus ocupantes.

Para que a reabilitação seja mais eficaz e se consigam alcançar melhores resultados, a estratégia deve passar por uma reabilitação profunda dos imóveis. É através de uma intervenção integrada nos vários elementos do edifício – isolamento de paredes e coberturas, instalação de janelas com classe A+, substituição por equipamentos mais eficientes de climatização e produção de água quente, recurso a energias renováveis como sistemas solares térmicos ou fotovoltaicos – que é possível aumentar a eficiência energética do imóvel, melhorar as condições de conforto, reduzir a fatura energética e, consequentemente, conseguir alcançar as metas da descarbonização.

Iniciativas em vigor, como o IFRRU ou os programas promovidos pelo Fundo Ambiental, permitem incentivar e apoiar as ações de reabilitação dos edifícios, onde se verifica uma forte adesão por parte dos proprietários. Programas promovidos pelo Fundo Ambiental, permitem incentivar e apoiar as ações de reabilitação dos edifícios, as quais necessariamente acarretam ainda alguns custos de investimento, mas onde se verifica um aumento da adesão por parte dos proprietários. Iniciativas que têm sido um sucesso pela sua adesão dos proprietários, mas também pela forma como foram apoiadas por plataformas ou iniciativas como o Portal casA+ e CLASSE+ que promoveram a capacitação das empresas e aproximação entre estas e os consumidores.

Premios NovoPerfilIndalsu: uma janela é milhares de histórias para descobrirGuardian Select, um parceiro de confiança

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

www.novoperfil.pt

Novoperfil - Informação profissional sobre a Envolvente do Edifício

Estatuto Editorial