Vekaplast Ibérica, S.A.U. - Burgos
Informação profissional sobre a Envolvente do Edifício

O caminho para edifícios eficientes e sustentáveis

António Batalha, técnico especialista no Sistema de Etiquetagem Energética CLASSE+ e no Portal casA+ na ADENE

22/04/2024

A construção sustentável engloba um conjunto de práticas e estratégias para reduzir o impacto ambiental, promover a eficiência energética e criar espaços saudáveis e confortáveis para os ocupantes.

Imagen

Na era atual, de preocupação crescente com o ambiente e a sustentabilidade, a construção sustentável emerge como uma abordagem indispensável na conceção e na construção de edifícios. Este conceito vai muito além da simples edificação de estruturas, já que engloba todo um conjunto de práticas e estratégias que visam reduzir o impacto ambiental, promover a eficiência energética e criar espaços saudáveis e confortáveis para os ocupantes.

Na arquitetura, a construção sustentável implica a integração de princípios de design bioclimático que aproveitam as condições naturais do local para otimizar o conforto térmico e a iluminação natural dos edifícios. Isso inclui a orientação solar, a seleção de materiais adequados e a conceção de espaços flexíveis e adaptáveis.

No âmbito da construção, a sustentabilidade reflete-se na utilização de técnicas e materiais ecoeficientes que minimizam o consumo de recursos naturais e reduzem os resíduos gerados durante o processo construtivo. A adoção de práticas de construção sustentáveis e a utilização de materiais de baixo impacto ambiental são essenciais para alcançar este objetivo.

Os materiais desempenham um papel crucial na construção sustentável, pois podem contribuir significativamente para a redução do consumo de energia e das emissões de gases com efeito de estufa associadas ao ciclo de vida dos edifícios. Materiais que contribuam para melhorar o isolamento térmico, vidros eficientes, madeira certificada e betão de baixo teor de carbono são cada vez mais utilizados na construção de edifícios sustentáveis.

O ciclo de vida dos edifícios é um elemento fundamental a considerar na promoção da construção sustentável. Este conceito envolve a avaliação do impacto ambiental de um edifício ao longo de todo o seu ciclo de vida, desde a extração das matérias-primas usadas no fabrico dos materiais de construção à demolição e sequente encaminhamento dos materiais dela resultantes. É importante garantir que os edifícios sejam projetados, construídos e geridos de forma a minimizar o seu impacto ambiental, e maximizar a sua eficiência energética e de recursos ao longo da sua vida útil, sem prejudicar o conforto dos habitantes.

A construção sustentável, sendo uma abordagem abrangente ao nível do edifício, pode e deve também ser vista ao nível dos componentes que o constituem.

No contexto das janelas sustentáveis, existem várias tecnologias e materiais que contribuem para a eficiência energética, durabilidade e redução do impacte ambiental. Destas opções destacam-se:

Vidros eficientes: os vidros de baixa emissividade (Low-E) são revestidos com uma fina camada metálica que reduz a transferência de calor através da janela. Isso ajuda a manter a temperatura interior mais estável, reduzindo a necessidade de aquecimento ou arrefecimento artificial.

Vidros duplos ou triplos: janelas com vidros duplos ou triplos oferecem melhor isolamento térmico e acústico do que janelas com vidros simples. As câmaras de ar entre os vidros funcionam como isolamento adicional, reduzindo a perda de calor e o ruído externo.

PVC ou alumínio com rutura de ponte térmica: estruturas de janelas feitas de PVC ou alumínio com rutura de ponte térmica são mais eficientes energeticamente pois minimizam a transferência de calor através do perfil da janela. Isso ajuda a reduzir as perdas de calor no inverno e as entradas de calor no verão.

Madeira sustentável: janelas de madeira proveniente de fontes sustentáveis, certificadas pelo FSC (Forest Stewardship Council), são uma opção eco-friendly. A madeira é um material renovável e pode oferecer boas propriedades de isolamento térmico e acústico.

Alumínio reciclado: o alumínio reciclado é uma opção sustentável para os perfis das janelas, pois reduz a necessidade de extrair novos recursos naturais. Além disso, o processo de reciclagem consome menos energia do que a produção de alumínio a partir de minério de bauxita.

Sistemas de ventilação integrada: janelas com sistemas de ventilação integrada permitem uma circulação controlada de ar fresco, melhorando a qualidade do ar interior e reduzindo a necessidade de ar condicionado.

Tratamentos de superfície eco-friendly: tratamentos de superfície e acabamentos eco-friendly, livres de substâncias nocivas como chumbo e outros metais pesados, contribuem para a saúde ambiental e humana.

Estas são apenas algumas das tecnologias e materiais disponíveis para janelas sustentáveis. A escolha de uma janela sustentável depende das necessidades específicas do projeto, das condições climáticas locais e das preferências do consumidor em termos de desempenho, estética e sustentabilidade.

António Batalha, técnico especialista no Sistema de Etiquetagem Energética CLASSE+ e no Portal casA+ na ADENE
António Batalha, técnico especialista no Sistema de Etiquetagem Energética CLASSE+ e no Portal casA+ na ADENE

Classe+ classifica o desempenho energético das janelas

A classificação CLASSE+, desenvolvida pela ADENE, desempenha um papel fundamental na análise e avaliação das janelas, dos materiais e das características que contribuem para a sustentabilidade na construção. Ao atribuir uma classificação baseada no desempenho energético das janelas, o CLASSE+ fornece aos consumidores uma referência clara na escolha de produtos mais eficientes e sustentáveis.

Ao considerar fatores como o coeficiente de transmissão térmica da janela (Uw-Value), o fator solar do vidro (g-Value), a permeabilidade ao ar e outros fatores, o CLASSE+ permite uma avaliação abrangente do desempenho energético das janelas, contribuindo para uma construção mais sustentável.

Ao escolher janelas classificadas pelo sistema CLASSE+, os consumidores podem garantir que estão a investir em produtos que oferecem um melhor isolamento térmico, redução de consumo de energia e menor impacto ambiental ao longo do ciclo de vida do edifício. Isso contribui não apenas para a eficiência energética do edifício, mas também para a criação de espaços mais confortáveis, saudáveis e sustentáveis para os ocupantes.

Portal casA+ orienta consumidores na escolha de fornecedores

Após a correta seleção das janelas classificadas com base no sistema CLASSE+, o Portal casA+, igualmente desenvolvido pela ADENE, desempenha um papel essencial ao orientar os consumidores na escolha das empresas especializadas na instalação e aplicação destas e de outras soluções sustentáveis.

O Portal casA+ funciona como uma plataforma centralizada, no qual os consumidores podem encontrar informações detalhadas sobre empresas registadas e qualificadas para a execução de obras de eficiência energética e sustentabilidade. Ao disponibilizar uma lista de empresas qualificadas, o Portal ajuda os consumidores a fazerem escolhas informadas, garantindo que estão a trabalhar com profissionais competentes e comprometidos com os mais altos padrões de qualidade.

As empresas aderentes são submetidas a um rigoroso processo de controlo de qualidade. Através deste processo de seleção criterioso, o Portal casA+ assegura que apenas as empresas mais qualificadas e capacitadas são listadas na sua plataforma, proporcionando confiança e tranquilidade aos consumidores.

Além disso, também apoia as empresas na ligação com os consumidores, ao disponibilizar ferramentas e recursos que facilitam a comunicação e interação entre ambas as partes. As empresas listadas têm a oportunidade de destacar os seus serviços, experiência e projetos concluídos, permitindo aos consumidores uma melhor compreensão das suas capacidades e áreas de especialização.

Em resumo, o Portal casA+ desempenha um papel crucial ao orientar os consumidores na escolha de empresas qualificadas para a aplicação de soluções sustentáveis, enquanto apoia as empresas na promoção dos seus serviços e na ligação com os consumidores. Esta plataforma contribui para a construção de um mercado mais transparente, eficiente e sustentável, beneficiando tanto os consumidores como as empresas do setor.

Construção sustentável pode transformar o futuro da construção

Em última análise, a construção sustentável tem o potencial de transformar o futuro da construção, tornando os edifícios mais eficientes, saudáveis e amigos do ambiente. Ao adotar práticas sustentáveis e fazer escolhas inteligentes na seleção de técnicas, materiais e sistemas, podemos criar um ambiente construído mais sustentável e resiliente para as gerações futuras. As famílias e o planeta agradecem.

REVISTAS

Siga-nosFinstral, S.A.Associação Nacional dos Fabricantes de Janelas Eficientes - ANFAJEIndalsu, S.L.

NEWSLETTERS

  • Newsletter NovoPerfil PT

    12/06/2024

  • Newsletter NovoPerfil PT

    05/06/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

www.novoperfil.pt

Novoperfil - Informação profissional sobre a Envolvente do Edifício

Estatuto Editorial